Mesmo aqueles brancos que lá não são ninguém

Yannick Afroman

Mesmo aqueles brancos que lá não são ninguém, aqui são todos chefes, uma vida se-bém com um salário que arromba.






Comentar

Write a comment

Comments: 0